Exposições
21..Julho a 7..Outubro
ANABELA CANAS
SÃO ROSAS E DIAS LÍQUIDOS
Sábado_17h00
CASA AMARELA - GALERIA MUNICIPAL

Exposição de pintura em torno da  uidez de uma realidade transitória. A re exão, na base da série de imagens, centra- se também na pesquisa de uma linguagem pictórica, que desmultiplique nos referentes as possibilidades do olhar. Nas paisagens, o elemento líquido é a metáfora que arrasta a noção de realidade. Num percurso por entre imagens repetitivas, como fotogramas de uma película, remetendo para um lugar contínuo. Ou que podem apresentar-se como variações do olhar em momentos diferentes sobre um único lugar. Da memória ou da percepção. Este conjunto entra em diálogo com uma série  gurativa, que re ete, por oposição,a possibilidade de momentos de paragem. Que remetem para o paradigma estático, como uma cristalização da memória, em torno de temas recorrentes na arte. Que nos oferecem os objetos artísticos guardados e aparentemente imutáveis no museu do imaginário. Ou serenamente eternos num museu, mas nunca imutáveis no museu do imaginário. As qualidades transitórias do olhar são contrariadas pela apresentação destas imagens, não como imagens em si, mas imagens de outras imagens. Como se a simples representação, por demais fluida nos sentidos que apresenta ao olhar, a refletir sobre si própria.

Entrada Gratuita
Inauguração: 21 Julho .. 17:00
3ª Feira a Domingo, 14:00 às 19:00